You are currently viewing SEIS INDICAÇÕES SÃO APRESENTADAS NA 26ª SESSÃO ORDINÁRIA

SEIS INDICAÇÕES SÃO APRESENTADAS NA 26ª SESSÃO ORDINÁRIA

Os vereadores Cleves Criatura, Cabelo, Miguel da Saúde e Dinilson José apresentaram, na sessão desta terça-feira (24/08), seis indicações ao Executivo Municipal. Criatura apresentou as indicações 044 e 111/2021. Na 044 ele indica a descentralização da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural para as Vilas: Feitosa, Ouro Verde, Bom Jesus, Planalto, Agrovila Jerusalém e Assentamento Marajaí. A justificativa aponta uma necessidade de levar os serviços para mais perto de quem precisa: “O produtor rural estará mais próximo da estrutura do Governo para resolver os problemas de sua produção e é uma indicação necessária para melhorar a vida no campo”. O vereador Flávio Gomes se manifestou na discussão do assunto: “Parabéns vereador Criatura, essa é uma ação que vai beneficiar muito o homem do campo”. Na indicação 111 a solicitação é para a construção de um lago recreativo com banheiros, barras de proteção, calçadas e praça ao ar livre, na Avenida Antônio Benedito de Almeida (Antônio Carola). O líder do Governo, Cleverson Zajac, disse que a obra pode se transformar em um ponto turístico que o executivo municipal tem interesse em investir: “Estamos trabalhando para investir no turismo ecológico, mas aqui na sede do município também precisa ter os pontos turísticos e esse lago é uma obra muito importante para atender essa demanda. ” Webert Felipe também destacou a importância do investimento: “Parabéns vereador, essa obra é muito importante para todos do nosso município. ”

Já o vereador Cabelo, na indicação 137/2021, pediu a ampliação do campo de futebol da Vila Feitosa com arquibancadas, vestiário com banheiros e iluminação. Aos colegas vereadores ele pediu aprovação do pleito: “Espero que essa indicação seja aprovada pelos nobres colegas para que o povo da vila seja beneficiado. ” O vereador Criatura destacou a importância da obra e anunciou que quer está junto em busca da realização do pedido: “Quero subscrever essa indicação junto com você, Cabelo. Se a gente apoiar, esses trabalhos podem ser feitos ainda este ano”. O Vereador Webert Felipe também declarou apoio: “É justo que a comunidade da Vila Feitosa possa ser beneficiada com esta obra. Parabéns, tem meu apoio”.

A indicação 138/2021, de autoria do vereador Miguel da Saúde pede a implementação de calçadas ao longo da Rua Níquel Vermelho e abertura de nova rua que garante acesso que interliga o Bairro Vale da Benção ao Bairro Estancia Feliz. Justificando Miguel disse que a obra é ampla, mas facilitar para que os estudantes do Vale da Benção cheguem a escola é o apelo mais forte: “O acesso a escola Carmelo Mendes é o principal problema e é justamente por isso que estamos apresentando essa indicação”.  O vereador Wilson Leite para reforçar a necessidade da obra: “Principalmente no inverno aquela travessia é desumana. Essa obra é de muita importância e de extrema necessidade e não tenho dúvidas que será colocada como prioridade para realização”. Cleverson Zajac também discutiu a matéria para reforçar a necessidade da obra: “É uma garantia de segurança pública e sua indicação é de grande valor para a comunidade do Vale da Benção, por isso tem meu apoio”.

O Presidente da Casa, Dinilson José, passou o cargo ao vereador Cleves Criatura para defender suas indicações: a 132 e 136/2021. Na 132 ele informa a necessidade da construção de calçadas no Bairro Santa Vitória. A justificativa aponta a segurança como principal razão: “Segurança é o motivo dessa indicação. Atualmente os pedestres são obrigados a dividir as ruas com os veículos, o risco de um acidente é muito grande. A construção das calçadas é fundamental para resolver este problema”.  Webert Felipe discutiu a matéria para declarar apoio: “Essa obra se faz necessário, conheço esse bairro e sei dessa necessidade”. Na outra indicação do Presidente ele pede que seja construído um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), na VS-52. A grande quantidade de moradores na região é justificativa: “Aqueles bairros/chácaras são muito populosos e são, todos, pelo CRAS do Novo Horizonte, a demanda nos mostra que é necessário a construção do uma nova unidade aquela região”. Wilson Leite discutiu o assunto, criticou o IDURB (Instituto de Desenvolvimento Urbano) e disse que a prefeitura tem que assumir a responsabilidade daquela região: “A VS-52 é um aglomerado de problemas que a prefeitura tem que tomar pra si. Aquela é uma região com uma grande população e que o Governo ainda não está presente porque o local ainda não faz parte do perímetro urbano. E o IDURB precisa destravar essa situação para que os benefícios cheguem a esse povo”.  Miguel da Saúde também seguiu na mesma linha: “Aquele chacreamento precisa, urgente, de urbanização para que os benefícios cheguem aquela população”.  O vereador Criatura apontou a solução: “Precisamos fazer a revisão do Plano Diretor para solucionar essa situação”. Todas as emendas apresentadas foram aprovadas.  

ASCOM/CAMARA

Deixe um comentário