You are currently viewing DUAS INDICAÇÕES E DISCUSSÃO SOBRE COVID-19 MARCAM 18ª SESSÃO ORDINÁRIA

DUAS INDICAÇÕES E DISCUSSÃO SOBRE COVID-19 MARCAM 18ª SESSÃO ORDINÁRIA

Home Os vereadores de Canaã dos Carajás se reuniram nesta terça-feira (01/06) em Sessão Ordinária para discutirem assuntos de interesse da comunidade. Em pauta duas indicações, uma do vereador Clevis Criatura (102/2021) solicitando a construção de quatro quilômetros de estrada vicinal ligando a Escola Juscelino Kubistchek ao assentamento Marajaí e outra do vereador Anderson Mendes solicitando a instalação do Centro de Tratamento Intensivo.

Em defesa de sua indicação, Clevis Criatura explicou que “atualmente o percurso entre a Marajaí e a escola perfaz um total de 12 quilômetros e a construção da nova estrada significa uma diminuição de oito quilômetros. O que vai refletir na economia do município e no conforto dos alunos.” O vereador Werbet Felipe usou a palavra para parabenizar a indicação e garantir apoio. Nenhum outro vereador se manifestou antes da votação. Já na defesa de sua indicação, o vereador Anderson Mendes mencionou que “outras cidades com uma população bem menor possui CTI’S e precisamos descobrir o caminho para também instalar em Canaã”. Ele aproveitou a oportunidade para pedir apoio de todos os parlamentares: “Presidente… Eu gostaria que a indicação fosse de todos os vereadores para que possamos discutir com a prefeita e juntos encontrarmos o meio de instalar essas CTI’S.”

As duas indicações foram aprovadas por unanimidade. Em seguida, no grande expediente, o vereador Miguel da Saúde, lembrou que a luta contra o COVID-19 continua. Ele citou o exemplo da cidade de Serrana, em São Paulo, que vacinou, em Fevereiro 97,9% de sua população adulta. Os resultados previstos para serem colhidos em maio foram bastante animadores:
A imunização de, praticamente,  toda a população adulta do município de Serrana, com a vacina CoronaVac, do Butantan, fez os casos sintomáticos de Covid-19 despencarem 80%, as internações, 86%, e as mortes, 95% após a segunda vacinação. Com esses dados em mãos, Miguel da Saúde foi enfático ao garantir: “A única solução que pode salvar a população é a vacinação.”. Miguel também aproveitou para lembrar que amanhã (Quarta/02/06), começa a vacinação dos profissionais da educação, mas reclamou: “Só vieram 650 doses de vacinas destinadas a esse público, mas eles são 2.500 servidores e é lamentável que o município não possa comprar mais vacinas, por força da legislação brasileira. Me resta apelar para o Governo Federal que compre mais vacinas para a população. Nosso município tem dinheiro pra comprar… Mas não pode.”

O presidente da Casa, vereador Dinilson José, aproveitou sua fala na Tribuna para lembrar que dia 16 de Junho será realizada a Audiência Pública que discutirá a LDO 2022 (Lei de Diretrizes Orçamentárias) e convidou a população em geral para participar da discussão, seja por meio presencial ou por meio eletrônico. Dinilson enfatizou a importância da participação da comunidade: “É o momento de discutirmos. É melhor discutir agora quando se pode mudar do que reclamar depois.”.

Deixe um comentário